sábado, 20 de abril de 2013

O Que Define Uma “Periguete”?



Sabemos que através dos tempos a forma de atuação da mulher na sociedade mudou consideravelmente, assim como sua forma de se comportar. Ao conseguirem mais autonomia, independência e liberdade de expressão, surgiu também a liberdade para vestirem como quisessem sem maiores repressões sociais. Mas, todos sabem que existe uma diferenciação feita pelas pessoas em relação ao modo de algumas mulheres se vestirem, se arrumarem e quanto ao comportamento.
De quem estamos falando?
Sim, das chamadas “PERIGUETES”.
A verdade é que elas se vestem para chamar atenção ao máximo para seus corpos, pois a intenção é provocar olhares desejosos do público masculino (quanto mais, melhor) e também para alimentarem seus próprios egos.
Assim, elas estão espalhadas por toda parte e não se resumem a serem identificadas apenas pelas vestimentas, mas também por uma forma peculiar de comportamento entre elas.
Em geral são mulheres com corpos trabalhados, que frequentam constantemente festas, baladas, bebem sem medida e sem medos de julgamentos, dançam sensualmente não importa onde e pra quem, e na maioria das vezes se assemelham a alguns tipos de homens: frios, demasiadamente racionais, se relacionam com diversos parceiros ao mesmo tempo e alheios a sentimentos (que não surgem com facilidade).
Mas, seriam as periguetes vilãs dessa sociedade moderna ou apenas reféns de uma deturpação de valores, que ocorre em geral?
A resposta divide opiniões, pois fatores como cultura, nível de escolaridade e acesso a informação e instrução estão presentes nas causas que originam esse nicho comportamental de mulheres, apesar de não explicar a existência de todas da classe.
O fato é que apesar de vivermos numa sociedade muito mais flexível e liberal do que tempos de outrora, a sociedade exige e considera como parte dela aqueles que sigam regras aceitáveis e admiráveis pelo grupo. E inevitavelmente esse perfil de mulher citado não se adequa ao que a sociedade considera como exemplar e admirável.